“Hora de discutir prisão perpétua e pena de morte”, diz líder do governo Bolsonaro

O caso da menina de 10 anos vítima de abuso sexual ainda está repercutindo entre lideranças do Congresso Nacional. O vice-líder do governo Bolsonaro na Casa, por exemplo, defendeu que é “hora de discutir prisão perpétua e pena de morte” ao comentar a violência sofrida pela criança.

“O sujeito que estuprou a menina de 10 anos foi condenado por tráfico, mas estava solto. Fosse o Brasil país sério estaria enjaulado e não cometendo atrocidades”, afirmou o Deputado Sanderson, que também é Policial Federal.

Para Sanderson, “pedofilia, tráfico, latrocino, corrupção, não tem perdão”, justificando, na sua visão, a “hora de discutir prisão perpétua e pena de morte no Brasil.” Seguidores do parlamentar apoiaram a sua opinião.

“Vamos precisar de uma nova cf [Constituição Federal] pra isso e não será com esse congresso vermelho. Voto distrital majoritário, candidaturas avulsas e recall político precisam nascer com urgência”, comentou um internauta.