Mendonça pede à PF para investigar post de Noblat que associa Bolsonaro ao nazismo

O ministro da Justiça, André Mendonça, anunciou nesta tarde (15) que solicitou à Polícia Federal a abertura de um inquérito para que seja investigada uma publicação feita pelo jornalista da Veja, Ricardo Noblat, a qual associa o presidente Jair Bolsonaro ao nazismo.

“Solicitei à @policiafederal e à @MPF_PGR abertura de inquérito para investigar publicação reproduzida no Twitter Blog do Noblat, com alusão da suástica nazista ao presidente Jair Bolsonaro. (…)”, escreveu Mendonça em sua rede social.

“O pedido de investigação leva em conta a lei que trata dos crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, em especial seu art. 26”, destacou o ministro.

Mais cedo, a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom) também já havia se manifestado sobre o assunto, porém, de forma mais taxativa, antecipando que Noblat poderia responder judicialmente pela publicação.

“Falsa imputação de crime é crime. O senhor Ricardo Noblat e o chargista estão imputando ao Presidente da República o gravíssimo crime de nazismo; a não ser que provem sua acusação, o que é impossível, incorrem em falsa imputação de crime e responderão por esse crime”, diz o texto da Secretaria. Veja abaixo: