Saída de Gabriel Monteiro do MBL sem dúvida foi a sua melhor decisão

A deflagração de uma operação policial na manhã de hoje, em São Paulo, resultando na prisão de suas pessoas ligadas ao Movimento Brasil Livre (MBL), entre elas uma figura central na guerra de informações políticas, o pseudônimo Luciano Ayan, lembrou o quanto pode ter sido importante a decisão do PM Gabriel Monteiro em se desligar do grupo em 2019.

Em 18 de novembro do ano passado Gabriel Monteiro escreveu em sua conta no Twitter: “Agradeço a oportunidade que tive de estar pouco mais de um ano no MBL. Venho anunciar meu desligamento do Movimento Brasil Livre (MBL). Seguimos em frente.”

O anúncio foi bastante comemorado na ocasião pelos seguidores do PM, visto que o mesmo adota uma postura claramente pró-Bolsonaro, o que estava destoando do MBL, já que o movimento se tornou oposição ao governo.

Com as denúncias feitas pelo Ministério Público nesta sexta contra o MBL, a saber: de que o movimento estaria envolvido em um suposto esquema de lavagem de dinheiro, Gabriel Monteiro fica distante de ver o seu nome associado a qualquer possível esquema criminoso, mostrando que a sua decisão em 2019 foi realmente acertada.

Atualmente Gabriel é integrante do movimento União Libertadora, o qual recebe o apoio de outros jovens e cresceu rapidamente após o desligamento do PM do MBL