Janaína: “Os senadores deveriam indenizar o Brasil pelos gastos com essa CPI!”

Janaína Paschoal, deputada estadual pelo PSL de São Paulo, parece estar se revoltando cada vez mais contra o que chamou de “hipocrisia” por parte de alguns políticos e setores da imprensa, ao se referir ao combate à pandemia, especificamente sobre o uso de medicamentos supostamente ineficazes contra o Covid-19.

Em sua série de postagens feita nessa quarta-feira (6), a jurista apontou a incoerência de como o assunto é tratado: “Fulano foi vacinado, mas pegou COVID e morreu: Isso não significa que as vacinas não funcionem! Com exceção do ônibus, do metrô e do Carnaval, ninguém pode ficar sem máscaras, aglomerar, trabalhar ou estudar!”.

“Beltrano já estava com COVID, foi medicado e morreu. Essa morte prova que prescrever remédios para doentes MATA! Prendam-se os médicos, fechem-se os hospitais! E ainda tem bloguinho dizendo que a xarope sou eu!”, disparou a deputada, em tom irônico.

“Vivemos uma situação tão ridícula, que é difícil acreditar que seja verdade. Algum jornalista deveria perguntar aos Senadores, que tiveram COVID, como foi o tratamento deles. Eu tenho NOJO dessa hipocrisia toda. E tem gente comparando o caso ao Petrolão! Tomem vergonha na cara! No Petrolão, o Governo de plantão deu BILHÕES por obras nos países ‘amigos’. Amigos deles, não nossos!”, completou Janaína.

Por fim, Janaína saiu em defesa dos médicos que receitaram medicamentos do chamado “tratamento precoce”, argumentando que numa situação pandêmica, onde a doença ainda está sendo conhecida e não há grandes alternativas, toda tentativa de salvar a vida dos infectados pode ser válida.

“Os soldados do front ainda tomaram o cuidado de observar e relatar as reações às várias tentativas de tratamento. Registraram tudo. Publicaram! Por que, agora, o que foi feito à luz do dia virou crime? Os Senadores deveriam indenizar o Brasil, pelos recursos gastos com essa CPI!”, concluiu a deputada.