“A ONU precisa responsabilizar a China pelas suas ações”, diz Trump em discurso

Após o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira, foi a vez do presidente Donald Trump discursar para os chefes de Estados presentes na reunião virtual, realizada à distância devido à pandemia do novo coronavírus.

Na ocasião, Trump criticou a Organização Mundial de Saúde (OMS) e também a China, apontando um suposto conluio entre a entidade e o país asiático.

“O governo chinês e a Organização Mundial da Saúde, que é controlada pela China, falsamente declararam que não havia evidência de transmissão entre humanos. Depois, afirmaram falsamente que as pessoas sem sintomas não poderiam espalhar a doença. A ONU precisa responsabilizar a China pelas suas ações”, afirmou Trump.

Trump ainda criticou o empenho da ONU em questões consideradas irrelevantes ou não prioridades para o momento.

“Se a ONU quiser ser uma organização eficiente, precisa focar nos problemas reais do mundo. Isso inclui terrorismo, a opressão de mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas e de pessoas, perseguição religiosa e limpeza étnica de minorias”, declarou o presidente americano.

Bolsonaro na ONU: “Brasil é um país cristão, conservador e tem na família sua base”