Maior processadora de carne suína do mundo fecha fábrica por causa da pandemia

A Smithfield Foods, a maior processadora de carne suína do mundo, disse no domingo que fechará uma fábrica nos EUA indefinidamente devido a uma erupção de casos de coronavírus entre funcionários, e alertou que o país está se movendo “perigosamente perto do limite” em suprimentos para mercearias.

As paralisações dos matadouros estão atrapalhando a cadeia de suprimento de alimentos dos EUA, diminuindo a disponibilidade de carne nas lojas e deixando os agricultores sem pontos de venda para o gado.

Smithfield estendeu o fechamento de sua fábrica em Sioux Falls, Dakota do Sul, depois de inicialmente dizer que ficaria ociosa temporariamente para limpeza. A instalação é uma das maiores instalações de processamento de carne suína do país, representando de 4% a 5% da produção suína dos EUA, de acordo com a empresa.

A governadora de Dakota do Sul, Kristi Noem, disse no sábado que 238 funcionários de Smithfield tiveram casos ativos do novo coronavírus, representando 55% do total do estado. Noem e o prefeito de Sioux Falls recomendaram que a empresa fechasse a fábrica, que tem cerca de 3.700 trabalhadores, por pelo menos duas semanas.

“É impossível manter nossos supermercados estocados se nossas fábricas não estiverem funcionando”, disse o executivo-chefe da Smithfield, Ken Sullivan, em comunicado no domingo. “Esses fechamentos de instalações também terão repercussões graves, talvez desastrosas, para muitos na cadeia de suprimentos, primeiro e acima de tudo os criadores de gado de nosso país”. Com: Reuters.