Câmara dos EUA aprova o impeachment de Trump por “incitação à insurreição”

A Câmara dos Estados Unidos votou nesta quarta-feira para fazer de Donald Trump o primeiro presidente dos Estados Unidos a sofrer impeachment duas vezes, acusando-o formalmente, em seus últimos dias no poder, de incitar uma insurreição.

A votação na Câmara controlada pelos democratas foi de 232-197 e contou com o apoio de 10 republicanos (partido de Trump) na maioria dos votos.

O líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, rejeitou os apelos democratas para convocar o Senado em sessão de emergência para iniciar um julgamento de impeachment imediato, segundo um porta-voz.

A Câmara aprovou um único artigo de impeachment – uma acusação formal – acusando Trump de “incitação à insurreição”, focado em postagens que ele fez a milhares de apoiadores pouco antes de manifestantes pró seu governo tentarem invadir o Capitólio.

O processo de impeachment de Donald Trump deverá agora ir para o Senado, também para votação. Não é a primeira vez que isso ocorre. Em 2019 a Câmara também havia aprovado o mesmo pedido, mas ele foi barrado ao chegar no Senado.

Dessa vez, no entanto, a possibilidade de que o Senado aprove o impeachment de Trump é maior, e se isto acontecer ele ficará inelegível, sendo impedido de disputar uma nova eleição presidencial. Analistas políticos acreditam que esse é o grande objetivo dos democratas: tornar Trump inelegível! Com informações: Reuters.

Trump faz alerta: “Você nunca terá outro republicano eleito na história deste país”