Bretas celebra o Dia de Oração proposto por Trump: “Creio nas promessas de Deus”

O juiz responsável pelos processos da operação Lava Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, se manifestou em reposta a uma mensagem do presidente americano Donald Trump, publicada em sua rede social, onde o mesmo anunciou 15 de março como o “Dia Nacional de Oração”.

“É uma grande honra declarar o domingo, 15 de março, como dia nacional de oração. Somos um país que, ao longo de nossa história, buscou a Deus proteção e força em tempos como esses […] Não importa onde você esteja, encorajo você a se voltar para a oração em um ato de fé. Juntos, vamos facilmente prevalecer!”, afirmou o presidente norte-americano.

Bretas então compartilhou a mensagem do líder americano, citando uma passagem bíblica que diz: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e SARAREI A SUA TERRA (2 Crônicas 7:14)”.

Na sequencia, o juiz que já declarou ser evangélico afirmou que acredita na Bíblia Sagrada: “Eu creio nas promessas de Deus”, escreveu.