Bolsonaro saúda Biden, mas com indireta: “Que os EUA sigam sendo a terra dos livres”

A conturbada eleição presidencial dos Estados Unidos parece estar se aproximando do seu desfecho, quando a projeção de vitória do democrata Joe Biden poderá se confirmar no dia 6 de janeiro. Diante disso, o presidente Jair Bolsonaro resolveu se manifestar, reconhecendo a vitória do adversário de Donald Trump.

O reconhecimento da vitória de Biden, por parte de Bolsonaro, surgiu também com uma indireta para o democrata. “Saudações ao Presidente @JoeBiden, com meus melhores votos e a esperança de que os EUA sigam sendo ‘a terra dos livres e o lar dos corajosos'”, declarou o brasileiro em suas redes sociais.

Bolsonaro, portanto, destacou que os EUA são um país onde a liberdade de expressão e iniciativa é referência para o mundo, algo que tem sido posto em xeque com o surgimento de movimentos autoritários e o avanço da extrema-esquerda.

Ao afirmar que espera continuar vendo um EUA como “a terra dos livres e o lar dos corajosos”, Bolsonaro diz a Biden que o seu papel enquanto presidente da maior potência do planeta é fazer, também, com que o seu país continue sendo um farol de liberdade para o mundo.

Bolsonaro ainda frisou a parceria entre Brasil e EUA: “Estarei pronto a trabalhar com o novo governo e dar continuidade à construção de uma aliança Brasil-EUA, na defesa da soberania, da democracia e da liberdade em todo o mundo, assim como na integração econômico-comercial em benefício dos nossos povos”, afirmou. Veja também:

Trump faz alerta: “Você nunca terá outro republicano eleito na história deste país”