“Abaixo ditaduras na América Latina!”, diz Janaína após renúncia de Evo Morales

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) comemorou a renúncia do presidente boliviano, Evo Morales. Em suas redes sociais, a pivô do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff destacou o fim de mais um regime ditatorial em potencial no continente, parabenizando a população do país vizinho.

“Meus cumprimentos ao povo boliviano! Minhas orações para que conquistem a estabilidade o mais rapidamente possível! Meus votos de que este povo querido vivencie a verdadeira democracia! Tarda, mas não falha! Abaixo ditaduras na América Latina!”, escreveu Janaína.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou na segunda-feira em um pronunciamento transmitido a partir da cidade de Cochabamba, sua renúncia ao cargo em meio à escalada dos protestos que se seguiram à eleição de 20 de outubro no país.

“Queremos preservar a vida dos bolivianos”, disse Morales no pronunciamento, justificando que a decisão foi “para que não continuem maltratando parentes de líderes sindicais, prejudicando a gente mais humilde. Estou renunciando e lamento muito esse golpe”.

Entretanto, a renúncia de Morales, na verdade, se deu por causa dos indícios de fraude nas eleições de 20 de outubro. Isto fez com que a maioria da população saísse às ruas para protestar. A suspeita de fraude foi reforçada após a Organização dos Estados Americanos (OEA) também denunciar a eleição como fraudulenta.