Exportações brasileiras crescem 10% e Petrobrás descobre mina gigante de gás natural

Duas notícias boas para a economia brasileira devem movimentar o mercado de ações esta semana. A primeira delas é o anúncio do aumento das exportações do país no mês de maio, e a segunda é sobre a descoberta importantíssima feita pela Petrobrás de uma reserva gigantesca de gás natural.

A descoberta da Petrobrás é maior desde o pré-sal, em 2006. Dos seis campos de reservas encontrados, espera-se extrair 20 milhões de m³ por dia de gás natural, o equivalente a um terço da produção total brasileira. Segundo informações da Agência Estado, a descoberta deve gerar R$ 7 bilhões de receita anual à estatal e sócias, conforme cálculos da consultoria Gas Energy.

Para os brasileiros, isto significa redução dos custos no consumo do gás natural (de cozinha) e de todos os seus derivados. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, a intenção é reduzir em 50% os custos com o consumo de energia básica para a população, o chamado “choque de energia barata”.

“Vamos ter competição. É isso que vai fazer o preço baixar”, afirmou o secretário de Petróleo e Gás Natural do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Felix.

Aumento das exportações

A outra boa notícia vem do exterior, mas ainda um pouco tímida. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a exportação brasileira para os Estados Unidos cresceu 72%, possivelmente indicando a boa relação entre os dois países com a chegada do novo governo. Esse número ajudou a fazer com que no mês de maio houvesse um crescimento total de 10% das exportações.

O saldo da balança comercial do país foi de 6,3 bilhões de dólares no mês. No acumulado do ano, as exportações recuaram 0,9%, enquanto as importações cresceram 1,8%. O saldo acumulado é de 22,1 bilhões de dólares, segundo informações da EBC.