Jean insinua “desejo homossexual” de Bretas e juiz rebate: “Respeite e seja respeitado”

Uma crítica gratuita e aparentemente sem propósito do ex-deputado federal Jean Wyllys ao juiz Marcelo Bretas, que é responsável pela operação Lava Jato no Rio de Janeiro, terminou em um “puxão de orelha” constrangedor do magistrado no ex-BBB.

Wyllys utilizou sua conta oficial no Twitter para comentar uma foto de Marcelo Bretas, onde o mesmo aparece apenas de regada, aparentemente em uma academia. O juiz ganhou fama e seguidores nas redes sociais não só pelo tratamento rigoroso com os investigados na Lava Jato, mas também por gostar de postar fotos do seu cotidiano.

“Há um narcisismo exacerbado e cafona que aponta pra um desejo homossexual recalcado – algo doentio – nesses sujeitos”, escreveu Jean Wyllys comentando, aparentemente, a foto de Bretas, sob uma legenda do jornalista Lauro Jardim atribuída ao juiz, que diz: “Não me inveje. Malhe” (destaque nosso).

Como se não bastasse, Jean Wyllys ainda associou o gosto pela malhação de Bretas à sua fé cristã, mas de forma ofensiva, provavelmente ciente de que o magistrado é evangélico e já declarou ter a Bíblia em seu gabinete de trabalho.

“A impressão que dá é a de que toda sua vilania vem desse desejo sexual reprimido por um cristianismo fundamentalista, mas que demanda por holofotes”, completou o ex-BBB.

Bretas para Wyllys: “Respeite e seja Respeitado”

Marcelo Bretas, por sua vez, reagiu ao ataque de Jean Wyllys também através da rede social: “Você não é digno de uma resposta pela infâmia que disse; tão somente uma advertência: Respeite e seja respeitado.”, escreveu o juiz em resposta ao ex-deputado.

Vários internautas se manifestaram em apoio a Marcelo Bretas, não só em sua página, mas também no perfil do próprio Jean Wyllys. “Dr. Bretas, não perca seu precioso e digno tempo com gente deste calibre, o seu nível em pudor e moralidade estão muito acima deste imoral apátrida”, escreveu um seguidor.

“Um homem está malhando, tirando uma selfie em frente a um espelho. O que isso significa? Que ele é gay, claro. O que mais poderia ser? E é claro que julgar quem ele sonha em levar para a cama é um assunto importante, de interesse público. Parabéns pela maturidade, Jean”, ironizou outro internauta em resposta ao ex-deputado.

“Acuse-os, chame-os do que você é. Até nisso Jean? E ainda conseguiu colocar religião no meio? Então quem não é homossexual tem algum problema enraizado na fé? Não tenho nada contra o homossexualismo, mas tentar ver isso em todos e julgar anormal quem não é, isso sim é um abuso”, criticou outro internauta.