UOL: “Butantan explicou que a vacinação diminui o risco, mas não imuniza totalmente”

Uma matéria publicada pelo portal UOL trouxe uma informação importante para todos que já foram vacinados contra o Covid-19 ou ainda vão se vacinar. Segundo a mídia, o Butantan “explicou que a vacinação diminui o risco, mas não imuniza totalmente”.

A informação foi repassada em uma matéria sobre o caso de um socorrista que mesmo após ter recebido a 2ª dose da vacina, a CoronaVac, testou positivo para o novo coronavírus.

“O condutor socorrista Rogério Araújo de Oliveira, 48, teve exame positivo para covid-19 dias após tomar a segunda dose da vacina. Ele havia sido o primeiro a receber o imunizante em Itabuna (BA)”, informou o portal.

“Rogério começou a sentir os sintomas cinco dias depois de tomar a segunda dose da CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan”, destaca a matéria.

Para esclarecer o fato, o próprio UOL entrou em contato com o Instituto Butantan, e o mesmo explicou que “a vacinação diminui o risco, mas não imuniza totalmente a pessoa. Nenhuma vacina contra qualquer doença é 100% eficaz”, diz o portal. Veja abaixo:

Butantan diz que vacinação não imuniza totalmente, segundo o UOL
Butantan diz que vacinação não imuniza totalmente, segundo o UOL. Reprodução: print do portal UOL em matéria disponível na web.