Informação fake sobre vacina “100% nacional” do Butantan continua no site do governo

No final de março passado, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), fez o anúncio de uma vacina supostamente “100% nacional” que estaria sendo desenvolvida e produzida pelo Instituto Butantan. Todavia, em pouco tempo essa informação foi negada, levando o próprio líder do executivo paulista a admitir seu erro.

“Este é um anúncio histórico para o Brasil e para o mundo. A ButanVac é a primeira vacina 100% nacional, integralmente desenvolvida e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, que é um orgulho do Brasil”, afirmou Doria em 26 de março passado.

Apesar da informação já ter sido negada, após o Instituto Mount Sinai, de Nova York (EUA), ter dito que a tecnologia da vacina foi desenvolvida por pesquisadores deles no ano passado, conforme noticiou a Exame, o Opinião Crítica, a Istoé e o G1, a mesma informação continua publicada no site da Secretaria de Saúde de São Paulo, sem qualquer nota ou correção na matéria originalmente divulgada.

O site diz sem qualquer pudor que “a ButanVac será uma vacina desenvolvida e produzida integralmente no Butantan”, sem qualquer referência aos pesquisadores do Instituto Mount Sinai. A mesma publicação também consta no site oficial do governo paulista, também sem qualquer menção à parceria com o instituto estrangeiro.

Informação fake sobre vacina "100% nacional" do Butantan continua no site do governo
Print do site da Secretaria de Saúde de SP retirado no dia 06/04/2021, mostra que a informação falsa sobre a suposta origem 100% nacional da butanvac continua inalterada. Imagem: reprodução de print

Apesar do próprio Butantan ter admitido posteriormente o “uso de tecnologia dos EUA para vacina ButanVac”, conforme notícia do Poder360, e o próprio governador João Doria ter, também, admitido que “não sabia de origem americana da Butanvac”, como noticiou a Folha, a falsa informação de que o imunizante seria “100% nacional” continua nos sites oficiais do governo tucano.

Ou seja, na prática, o que constatamos é que o governo de João Doria continua sustentando uma fake news em suas mídias oficiais, não deixando claro que a tal vacina, na verdade, não é 100% nacional como alega.

Vacina Butanvac
Print do corpo da matéria sobre a suposta vacina 100% nacional do Butantan, retirado no dia 06/04/2021. O texto não faz menção à parceria com instituto americano.