Força Aérea descarrega 9 toneladas de insumos de saúde contra o Covid-19 no Nordeste

Como parte dos esforços em combater a pandemia do novo coronavírus, desembarcou no Recife, na tarde da última quarta-feira (1), um carregamento de pelo menos nove toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs), álcool em gel, medicamentos e testes rápidos de covid-19.

A carga foi adquirida pelo Ministério da Saúde e tem como objetivo abastecer hospitais em vários estados do Brasil, uma vez que a pasta já havia previsto a falta desses materiais durante a pandemia. Serão beneficiados Pernambuco, Bahia, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.  

Só em Pernambuco ficarão 2,376 toneladas de insumos armazenados no Almoxarifado Estadual de Medicamentos, localizado na Muribeca, Jaboatão dos Guararapes, segundo informações do Diário de Pernambuco. 

“Se os profissionais de saúde adoecem, logicamente a capacidade de atendimento vai cair drasticamente. A gente precisa desse pessoal bem, porque são eles que vão atender todo mundo”, disse o ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

Para o transporte do material foi utilizado um avião modelo C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), que saiu em Guarulhos, São Paulo, e desembarcou na Base Aérea da capital pernambucana às 17h. A carga é de grande importância para toda a região Nordeste do país.

Sobre os testes rápidos, Mandetta comentou: “Ele serve apenas para marcar se a pessoa tem ou não o anticorpo que combate o vírus. Vai mostrar se você já teve no passado, e nesse caso está imune, ou se tem o vírus no período latente da doença”. Com essa informação, a equipe de saúde consegue fazer uma triagem com maior rapidez, priorizando os pacientes mais necessitados.