Doria contraria Bolsonaro e diz que “vacina deveria sim ser obrigatória para todos”

O governador de São Paulo, João Doria, rebateu uma fala do presidente Jair Bolsonaro sobre o uso de vacinas contra o novo coronavírus. Segundo o tucano, todo brasileiro deve ser obrigado pelo Estado a tomar o medicamento.

Bolsonaro, por sua vez, afirmou recentemente que a vacina não deve ser obrigatória, defendendo a liberdade de cada cidadão em decidir tomar ou não o medicamento. Para Doria, a posição do presidente estaria sendo motivada por questões ideológicas.

“Quero respeitosamente discordar dessa posição. Ao meu ver, a vacina deveria sim ser obrigatória para todos os brasileiros. A vacina tem que ser uma decisão pessoal de cada um, mas uma obrigação, uma determinação do Estado”, afirmou o governador.

“Entendo que essa manifestação do presidente Jair Bolsonaro possa ser revista. Penso que posição da saúde deva ser aquela que prevalece sobre posições de ordem ideológica”, concluiu Doria, segundo o Estadão.