Alcolumbre pode ter infectado Maia, Toffoli, Mandetta e várias outras autoridades

Após o diagnóstico positivo para infecção com o coronavírus do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a preocupação agora recai sobre o contato que ele teve com outras autoridades do país, entre elas o presidente da Camara dos Deputados, Rodrigo Maia, e também o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Isso porque um dia antes de fazer o segundo teste, o qual confirmou o coronavírus na terça-feira, 17, Alcolumbre esteve em um encontro com essas e outras autoridades do país justamente para discutir medidas de combate ao Covid-19.

Além de Maia e Mandetta, também se encontrou com Alcolumbre o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. O encontro ocorreu na segunda-feira (16/3), onde também estiveram demais ministros do STF e outras autoridades.

Através das redes sociais, o filho do presidente Bolsonaro, Eduardo, lembrou das críticas feitas por Alcolumbre ao sei pai, após cumprimentar manifestantes em um ato de apoio ao governo no domingo passado.

“Vale registrar que na noite de 15/MAR o Pres. Senado, Davi Alcolumbre, cobrou do Pres. Bolsonaro responsabilidade por ele ter tido contato com algumas pessoas na porta do Palácio do Planalto… Será que ele fará uma autocrítica agora?”, questionou Eduardo.