Olavo defende Sara e diz que bolsonaristas sofreram “derrota completa” de ideais

O escritor Olavo de Carvalho, considerado pelos críticos do governo o “guru” do presidente Jair Bolsonaro, saiu em defesa da ativista Sara Winter, que recentemente acusou parlamentares bolsonaristas de terem apoiado às manifestações contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2020, assim como o general Augusto Heleno de ter orientado esses ataques.

Olavo já havia dito que Sara teria sido “abandonada” pela direita, o que provocou a reação negativa de alguns dos seus seguidores. Dessa vez ele foi além, chegando a dizer que os apoiadores do governo sofreram uma “derrota completa” na luta pelos ideais conservadores.

“A Sara Winter está certa pela metade quando diz que hoje os bolsonaristas não sentem admiração pelo Bolsonaro e sim piedade. Na verdade, têm piedade DELES MESMOS. Fogem da humilhação de confessar a derrota completa que seus ideais sofreram”, disparou o escritor na manhã desta quarta-feira, em sua rede social.

Em outra publicação, o escritor contextualizou um pouco mais, dando a entender que se referiu à agenda cultural. “Bolsonaro é um excelente administrador, o melhor que já tivemos. Não é um estadista nem um estrategista”, escreveu Olavo.

Boa parte dos seguidores de Olavo rebateu o escritor. “Lamentável”, postou um internauta. “Sempre arrogante e dono da verdade. Posso falar por mim e por todos que me relaciono no Twitter que temos orgulho do presidente, e não nos envergonhamos disso. Sabemos o que ele e seus ministros fazem pelo pais, e apostamos na sua reeleição para o bem de todos.”

“Sou Bolsonarista. Nenhum ideal meu foi derrotado. Não há corrupção, obras entregues Brasil afora, não há campanha pelo aborto ou drogas, pedofilia é crime, combate à ideologia de gênero nas escolas. Acho que as suas expectativas é que não foram cumpridas. Ainda bem”, comentou outro seguidor.

Outra usuária apontou que parte da dificuldade enfrentada pelo governo para conseguir avançar suas pautas diz respeito ao Congresso. Ou seja, a falta de deputados e senadores mais alinhados ao viés conservador.

“Entendo que sonhamos uma realidade impossível de se concretizar devido todo sistema existente, mas Bolsonaro continua sendo a única pessoa que é contra esse sistema. Precisamos colocar o Senado do nosso lado para termos um pouco de chance para brigar”, ponderou a internauta.

Alguns seguidores também saíram em defesa do escritor. “Ele está discordando da Sara e explicando que esse sentimento que a Sara diz que é sobre o presidente, na realidade é sobre nossos ideais, e não afirma que estão errados, mas que estamos sendo derrotados pelo progressismo. Tá errado?”, questionou um internauta.

Se referindo a Bolsonaro, um seguidor reforçou a crítica de Olavo ao governo. “Ele podia ter feito muita coisa de 7 de setembro. Agora a janela passou e ele se acomodou e fez acordão com os tiranos que governam o país de toga.”