O apresentador e jornalista Milton Neves resolveu manifestar de forma bastante taxativa a sua frustração contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, após o mesmo chamar de “gripezinha” o novo coronavírus.

Até então, Milton Neves vem apoiando o governo Bolsonaro, sendo um dos poucos jornalistas de grande envergadura aliados do presidente, mas as declarações feitas pelo chefe do Executivo nos últimos dias desagradaram profundamente o jornalista.

“Bolsonaro, grato, vc foi herói ao, sozinho, nos livrar de voraz bando de assaltantes vermelhos insaciáveis, mas já tá esgotado seu estoque de abobrinhas, festinhas, gripezinhas, ‘furo’ de jornalista, Rede Globo (sua neurose), Vera Guimarães, mídia e etc. Fale 94,67% menos e CALE os filhos! [sic]”, disparou Milton em sua rede social.

Milton Neves argumentou que Bolsonaro precisa deixar de se expor com muita facilidade para a imprensa e comentar assuntos que são competência dos seus ministros, como o da saúde, Henrique Mandetta. Em vez disso, segundo o jornalista, o presidente deveria agir mais como um gestor do que como comentarista.

“Bolsonaro, vc montou e escalou muitíssimo bem seu time, mas passe a bola direto e sem ciuminhos p/ os craques Moro, Mandetta(espetacular), Tarcísio, Mourão, Heleno, Guedes (tá com o saco cheio,hein?), Dalmares e p/a top ministra da agricultura. E fique na Tribuna de Honra vendo o jogo! [sic]”, acrescentou Milton.

O jornalista lembrou o seu apoio ao governo, mas frisou que Bolsonaro deve falar menos com a imprensa, aparentemente, para evitar novas polemicas. “P/sempre, enqto durar, serei grato ao vitorioso Bolsonaro por ter nos livrado da ladrauzada q/ saqueou nosso país. Mas agora é hora de falar o menos possível”, destacou.