“Lula não é o candidato do PT; é o candidato do Supremo”, diz J. R. Guzzo

O jornalista J. R. Guzzo, um dos maiores nomes da área no país, publicou um artigo intrigante, onde o mesmo aponta que o ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva seria o candidato do Supremo Tribunal Federal para a presidência da República em 2022, e não necessariamente do PT.

“O Supremo Tribunal Federal, após anos e anos de trabalho conduzido ora em público, ora em segredo e sempre em circunstâncias tão obscuras que é melhor nem mexer com essa parte da história, acaba de conseguir o que queria desde que a casa de Lula caiu e ele acabou condenado por corrupção”, disse o jornalista.

O que o STF “acaba de conseguir”, segundo Guzzo, é a anulação das condenações de Lula no âmbito da Lava Jato, o que poderá lhe tornar elegível para disputar a presidência em 2022. Assim, diz o jornalista, que “Lula, agora e em 2022, não é o candidato do PT. É o candidato do Supremo”.

A opinião de Guzzo revela a visão de muitos brasileiros, os quais enxergam na Suprema Corte um claro ativismo judicial contra o atual governo e em favor da esquerda brasileira. Para ler o artigo completo do jornalista no Estadão (só para assinantes), clique aqui.