Kajuru coloca Barroso contra a parede e pede decisão pelo impeachment de Moraes

O senador Jorge Kajuru reagiu às declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro, onde o mesmo desafiou o ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), a determinar que o Senado Federal analise os pedidos de impeachments dos ministros do STF.

Kajuru foi um dos autores do pedido de instauração da uma “CPI da pandemia”, a qual foi determinada por Barroso que fosse analisada pelo Senado, na quinta-feira (08). A decisão do ministro foi vista por muitos como tendo motivações políticas, o que acarretou comentários críticos de Bolsonaro nesta sexta-feira (09).

Bolsonaro disse que Barroso não possui “moral” para determinar que os pedidos de impeachment contra os ministros do STF que foram protocolados no Senado sejam pautados, assim como determinou a CPI da pandemia. Ciente disso, Kajuru então aproveitou o momento para pedir a Barroso que também decida em prol do impeachment, um dos quais o próprio senador (Kajuru) é autor.

Ou seja, Kajuru, que teve o pedido da CPI da pandemia atendido por Barroso, agora pede ao ministro a mesma decisão favorável quanto à análise de impeachment de ministros como Alexandre de Moraes. Se trata, portanto, de um pedido pautado nos mesmos fundamentos que o anterior.

Na prática, Kajuru está endossando o desafio feito pelo presidente Jair Bolsonaro a Barroso, ao instar o ministro do STF a decidir – com base nos mesmos pressupostos da decisão favorável à CPI da pandemia – pela análise do impeachment de Alexandre de Moraes.

Qual será a postura de Barroso, agora? Critique-se ou não Kajuru, o fato é que o senador parece ter posto brasas na fogueira da politização judicial em Brasília.