GRAVE: mensagem “vazada” de Celso cita Hitler ao criticar gestão Bolsonaro, diz jornal

Segundo fonte de uma empresa de jornalismo localizada em Brasília, uma mensagem do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), comparou o governo do presidente Jair Bolsonaro à ascensão de Adolf Hitler e a queda subsequente da República de Weimar.

“É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar, quando Hitler não hesitou em romper e nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar”, teria escrito o ministro, segundo o jornalista Diego Escosteguy.

“O ‘ovo da serpente’ parecer estar prestes a eclodir no Brasil!”, completou Mello, ressaltando que a “intervenção militar, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e a odeiam a democracia, nada mais significa, na novilíngua bolsonarista, senão a instauração, no Brasil, de uma desprezível e abjeta ditadura militar!”.

Às informações foram publicadas com exclusividade pelo site Vortex, uma empresa de jornalismo com sede em Brasília. Segundo a mídia, a suposta mensagem de Celso de Mello teria sido enviada durante a madrugada desse domingo.

O jornalista Rodrigo Constantino comentou o vazamento do material ao compartilhar a informação replicada também pelo site O Antagonista:

“Sempre desconfio dessa fonte, mas se isso for verdade, é gravíssimo! Um ministro do STF, responsável por um inquérito contra o presidente, comparando-o a Hitler?! Repito: SE for verdade, é muito sério e preocupante ter um STF desses…”.