GRAVE: deputado diz que Daniel gravou conversas de autoridades, incluindo Bolsonaro

GRAVE: deputado diz que Daniel gravou conversas de autoridades, incluindo Bolsonaro
Reprodução: Google

Uma informação revelada pelo deputado Felício Laterça (PSL-RJ) já está causando rumores em Brasília, após ele anunciar que o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso pelo Supremo Tribunal Federal na última terça-feira, realizou gravações clandestinas de parlamentares, incluindo o presidente Jair Bolsonaro.

“Ele era um gravador ambulante”, disse Laterça ao Estadão nesta segunda-feira (22), destacando que a revelação foi feita pelo próprio Daniel. “Ele me revelou que tinha feito algumas gravações, ele tinha esse mau hábito”.

“Ele acabou gravando conversa de parlamentares dentro do ambiente da Câmara, se valendo disso para se autopromover. Ele disse para mim que também havia gravado o presidente da República”, completou Lacerda, que é delegado licenciado da Polícia Federal, o que torna a revelação mais grave, uma vez que se trata de uma séria acusação.

“Pelo jeito de ele agir, ele gravava os deputados. Disse que gravou conversa com o deputado Rodrigo Maia e outros deputados da base. Ele gravava as pessoas com as quais tinha divergência, começava a puxar assunto para ter algo em troca, acredito eu”, destacou Lacerda.

O início dessas gravações teria ocorrido ainda em 2019. Segundo Lacerda, Daniel também teria lhe feito uma oferta suspeita para obter dinheiro de forma ilícita, mas ele tem dúvidas se, na verdade, a intenção foi observar qual seria a postura do delegado.

“Quando ele me fez a oferta, de repente estava me gravando para saber qual era a minha posição. Ele veio (dizendo) ‘Rapaz, isso aqui tem como a gente ganhar dinheiro, mas ganhar dinheiro na boa’. Eu falei ‘Como ganhar dinheiro na boa?’. (Ele disse) ‘Não, procurar umas empresas…”, contou, segundo o Estadão.

Promessa de revelações

Vale ressaltar que durante a sexta-feira (19), a jornalista Mônica Bergamo informou na Folha de S. Paulo que Daniel Silveira teria feito chegar ao conhecimento da Câmara dos Deputados que faria revelações “bombásticas” envolvendo os ministros do STF.

“O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), que foi preso por determinação do STF (Supremo Tribunal Federal) na terça (17), fez chegar à cúpula da Câmara dos Deputados que fará revelações explosivas sobre magistrados da Corte”, disse a jornalista.

Durante a fala de Daniel, contudo, ele não apresentou nada neste sentido, e em vez disso pediu desculpas “ao povo brasileiro” por suas ofensas aos ministros do STF. Agora, com a revelação do deputado Lacerda sobre o “costume” de Daniel, fica a pulga atrás da orelha.