“Estão subindo nos caixões dos brasileiros pra fazer política”, diz Flávio sobre CPI

O senador Flávio Bolsonaro não se conformou em chamar o relator da CPI da Covid, o também senador Renan Calheiros, de “vagabundo” apenas durante a reunião da Comissão, quando o ex-secretário de Comunicação do governo, Fabio Wajngarten, teve um pedido de prisão emitido pelo alagoano na quarta-feira (12).

Flavio também voltou a chamar Renan de “vagabundo” após a reunião, durante uma entrevista para jornalistas, onde também criticou o uso político da CPI da Covid contra o presidente Jair Bolsonaro, visando as eleições de 2022.

Para Flavio Bolsonaro, “estão subindo nos caixões dos mais de 400 mil brasileiros mortos pra fazer política”, transformando a CPI da Covid em trampolim para 2022. De fato, conforme análise do Opinião Crítica publicada na quarta, a postura do relator Renan Calheiros deixa evidente o caráter politizado da Comissão. Assista: