“Coronavoucher” de R$ 600 por três meses para trabalhadores é aprovado pelo Senado

O Senado Federal aprovou nesta segunda-feira, 30, o chamado “coronavoucher” no valor de R$ para os trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. A proposta agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, conforme solicitou o o senador Davi Alcolumbre.

“Em nome dos brasileiros que passam dificuldades financeiras neste momento de pandemia do Covid-19, solicito ao presidente da República @jairbolsonaro a sanção imediata do projeto de lei,que garante auxílio de R$600aos trabalhadores autônomos, aprovado há pouco pelo @SenadoFederal”, escreveu Alcolumbre em sua conta no Twitter.

O texto foi aprovado por unanimidade, tanto por senadores da oposição quanto pelos aliados do governo. Para o senador Major Olímpio, a medida visa suprir a demanda de recursos para os trabalhadores em um momento de “calamidade” no país.

“Estamos precisando de tais iniciativas de injetar na veia o dinheiro para o cidadão comprar comida e sobreviver a essa calamidade. A primeira vez que o dinheiro vai chegar na mão do povo vai ser nesse projeto. É calamidade, as pessoas estão precisando”, afirmou o senador, segundo a EBC.

Cerca de 30 milhões de pessoas poderão ser beneficiadas, inclusive as que se inscreveram no Cadastro Único após o dia 20 de março. “Não cabe se pensar em gasto público. Esse é um momento emergencial, que temos que atender as necessidades das pessoas”, afirmou o senador Randolfe Rodrigues, da REDE.