Bolsonaro: ‘Manda Lula organizar uma ‘jegueata’. Ele não pode andar na rua’

O presidente Jair Bolsonaro comentou com apoiadores na manhã de hoje (13) sobre os últimos resultados das pesquisas de intenção de votos para a presidência da República em 2022. Segundo o Datafolha, por exemplo, o ex-presidente Lula estaria na frente e ampliando vantagem em relação ao atual.

Bolsonaro, no entanto, acusou o Datafolha de receber “muito dinheiro” para divulgar tais resultados e citou como argumento o fato de que Lula não tem sido visto espontaneamente nas ruas, junto à população.

“Segundo o Datafolha, ele [Lula] tem 60% das intenções de votos, mas não vai na rua. Olha só, no primeiro semestre desse ano a indústria de motocicletas lá na Zona Franca de Manaus cresceu 45%. Eu tenho ajudado um pouquinho nisso aí. Agora manda o Lula organizar uma ‘jegueata’ pra ele. Ele não pode andar na rua e o Datafolha tá recebendo muita grana pra poder dar esses números aí. E engana alguns poucos ainda”, afirmou o presidente.

Bolsonaro também criticou Lula pela defesa que o petista fez do governo cubano. Na manhã de hoje, o ex-presidente minimizou os protestos que ocorrem no país desde domingo, colocando a culpa da crise econômica local nos Estados Unidos.

“O que o Lula acha do que tá acontecendo em Cuba? Ele tá contra o movimento de liberdade pra Cuba. E tem gente que apoia esse cara pra ser presidente do Brasil. Qual vai ser o futuro nosso se esse bandido for eleito presidente da República?”, questionou o presidente.