A esquerda trata traficantes como “vítimas” e ofende a população, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro se manifestou sobre a operação policial ocorrida na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, realizada na última quinta-feira (06), quando 27 criminosos morreram, além de um policial civil durante o confronto com os bandidos.

Bolsonaro criticou a forma como a imprensa noticiou a operação, visto que alguns veículos trataram os criminosos como “vítimas”, repercutindo a ação policial em tom crítico contra os policiais. Para o chefe do Executivo, essa abordagem foi uma ofensa à população de bem.

“Ao tratar como vítimas traficantes que roubam, matam e destroem famílias, a mídia e a esquerda os iguala ao cidadão comum, honesto, que respeita as leis e o próximo. É uma grave ofensa ao povo que há muito é refém da criminalidade. Parabéns à Polícia Civil do Rio de Janeiro!”, disse o presidente.

Bolsonaro também prestou homenagem ao policial morto durante a operação e aos demais agentes de segurança, parabenizando a polícia carioca pelo sucesso na execução da ação contra o crime organizado. Além dos 27 mortos, outras dez pessoas foram presas, além de armamento de guerra e drogas.

“Nossas homenagens ao Policial Civil André Leonardo, que perdeu sua vida em combate contra os criminosos. Será lembrando pela sua coragem, assim como todos os guerreiros que arriscam a própria vida na missão diária de proteger a população de bem. Que Deus conforte os familiares!”, concluiu o presidente.

Morte de traficantes comove mais a mídia do que o assassinato brutal de bebês