MBL

PM Gabriel Monteiro anuncia o seu desligamento do MBL e seguidores comemoram

O desligamento de Gabriel Monteiro do MBL pode ter sido em decorrência de divergências em relação ao presidente Bolsonaro

18/11/2019 12h32Atualizado há 3 semanas
Por: Will R. Filho
"Seguimos em frente", disse o PM. Reprodução: Google

O policial militar e youtuber Gabriel Monteiro, que ficou conhecido nacionalmente por fazer vídeos debatendo com esquerdistas, anunciou nesta segunda-feira (18) o seu desligamento do Movimento Brasil Livre (MBL). A decisão publicada das suas redes sociais foi comemorada pelos seguidores do ativista

"Agradeço a oportunidade que tive de estar pouco mais de um ano no MBL. Venho anunciar meu desligamento do Movimento Brasil Livre (MBL). Seguimos em frente.", publicou Gabriel.

Até então Gabriel Monteiro, que possui milhões de seguidores somados nas redes sociais, fazia parte dos quadros do MBL no Rio de Janeiro, mas a postura mais favorável ao presidente Jair Bolsonaro parece ter causado desgaste na relação entre o PM e o movimento.

Recentemente o policial saiu em defesa de Bolsonaro no caso em que o deputado e ex-ator pornô Alexandre Frota fez uma enquete que foi interpretada por muitos como uma apologia ao assassinato do presidente.

"Alexandre, você envergonha o Brasil. Sua imundície sequer agrada a esquerda consciente, só está atraindo criminosos para seu lado. Adélio foi bandido, tentou assassinar uma pessoa com pensamento diferente. Não adianta gritar Marielle vive querendo a morte do Bolsonaro.", disparou Gabriel em um Twitter.

A reação dos seguidores foi de comemoração pela saída do MBL. "Parabéns Gabriel. Liberte-se daquela ânsia pelo poder do MBL. E ainda vc se livra de ter que explicar porque eles não abrem suas contas.", comentou um seguidor.

"Parabéns pela decisão. O MBL se desviou no caminho!!! Infelizmente. É hora de seguir em frente!!!!", destacou outra.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas