Partido Brasil

Grupo com quase meio milhão de seguidores fará protesto em Vinhedo contra o STF

Diversos grupos na internet, entre eles o Partido Brasil, estão se mobilizando para protestar contra o STF

08/11/2019 15h52
Por: Will R. Filho
Diversos grupos na internet, entre eles o Partido Brasil, estão se mobilizando para protestar contra o STF
Diversos grupos na internet, entre eles o Partido Brasil, estão se mobilizando para protestar contra o STF

Nas redes sociais o clima de indignação contra os seis ministros do Supremo Tribunal Federal que revogaram a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância continua crescendo. Manifestações foram marcadas para o próximo sábado (09), não só nas grandes capitais, mas também em municípios como Vinhedo, no interior de São Paulo.

A organização do evento foi anunciada na página "Partido Brasil", que possui quase meio milhão de seguidores no Facebook. Um dos articuladores, Bruno Rigacci, informou que a concentração será às 10h no centro de Vinhedo, especificamente na praça Santanna.

Rigacci esclareceu que a mobilização será totalmente voluntária e sem qualquer tipo de financiamento partidário. A ideia do grupo é fazer um "faixaço" contra os ministros do STF, assim como pressionar o Congresso Nacional para a votação de uma Emenda Constitucional que permita a prisão após condenação em segunda instância.

Outros movimentos como o Vem Pra Rua também já anunciaram a participação na mobilização conjunta desde sábado. O apelo é para que a população deixe de lado às diferenças partidárias e se concentre no combate à corrupção, o grande mal que afeta diferentes siglas e políticos. 

Um seguidor da Partido Brasil também fez um apelo pela adesão dos caminhoneiros aos protestos:

"Só existe uma força humana capaz de fazer o congresso (letra minúscula proposital) votar a PEC da segunda instância já. Em regime de urgência urgentíssima, mudando rapidamente o grave erro de ontem do Supremo: CAMINHONEIROS. Parem o país", escreveu.

Confira algumas publicações:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas