Rodrigo Maia

Maia usa manipulação de fala para atacar Heleno: "Virou auxiliar do radicalismo"

Rodrigo Maia usa fala manipulada de Heleno para fazer críticas ao general

04/11/2019 19h36
Por: Will R. Filho
O próprio general Heleno desmentiu manipulação jornalística. Reprodução: Google
O próprio general Heleno desmentiu manipulação jornalística. Reprodução: Google

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é mais um que resolveu surfar na onda de tempestade midiática contra os aliados do governo, aproveitando a fala do deputado Eduardo Bolsonaro sobre a suposta possibilidade de um novo AI-5 no Brasil para criticar, dessa vez, o general Augusto Heleno.

A declaração de Maia foi dada em Jaboatão dos Guararapes (PE), ao ser abordado por jornalistas. Ele visita o prefeito Anderson Ferreira (PL). “É uma cabeça ideológica, infelizmente o general Heleno, o ministro Heleno virou um auxiliar do radicalismo do Olavo. Uma pena que um general da qualidade dele tenha caminhado nesta linha", disse ele.

Maia se referiu a uma fala de Heleno ao comentar para jornalistas a declaração de Eduardo Bolsonaro sobre o suposto AI-5. Na ocasião, disse o general: “Se falou, tem de estudar como vai fazer, como vai conduzir. Acho que, se houver uma coisa no padrão do Chile, é lógico que tem de fazer alguma coisa para conter. Mas até chegar a esse ponto tem um caminho longo”.

O fato é que a fala de Heleno foi retirada do contexto no momento da entrevista. Quando o mesmo diz "...se falou, tem de estudar", ele estava se referindo à possíveis medidas contra uma situação de caos no Brasil, semelhante às que ocorrem no Chile, e não especificamente ao AI-5.

O próprio general desmentiu a informação em sua rede social: "O Jorn Mateus Vargas publicou, no Estadão, que, em nenhum momento, eu repudiei o AI 5. MENTIRA! Disse a ele q o AI 5 não faz sentido em uma democracia. O jorn tirou conclusões deturpadas, como se eu apoiasse o AI 5. Lamentável. AI 5 é coisa do passado", publicou Heleno no Twitter.

Ao criticar Heleno sem contextualizar sua fala, Rodrigo Maia mostrou mais uma vez que a sua ânsia de querer criticar o governo e aliados é maior do que a vontade de fazer boa política ou, no mínimo, uma oposição "centrista" intelectualmente honesta, se é que tal conceito faz algum sentido para pessoas como ele.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas