Bolsonaro

MPF confirma que porteiro mentiu ao citar o nome de Bolsonaro no caso Marielle

“As gravações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza a entrada do Élcio

30/10/2019 16h48Atualizado há 2 semanas
Por: Opinião Crítica
Fonte: Veja / Comentário: Will R. Filho
“As gravações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza a entrada do Élcio
“As gravações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza a entrada do Élcio

A procuradora do Ministério Público Simone Sibilio, chefe do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO), confirmou que o porteiro que envolveu o nome do presidente Jair Bolsonaro na morte da vereadora Marielle Franco mentiu em depoimento à Polícia Civil.

De acordo com Simone, quem autorizou a entrada de Élcio de Queiroz no condomínio do presidente é Ronnie Lessa, suspeito de ter feito os disparos. Mais cedo, um investigador relatou a suspeita da mentira à VEJA. Foram prestados dois depoimentos. No primeiro, o porteiro disse que ligou para casa de Bolsonaro.

No segundo, confrontado com o áudio de sua conversa, manteve a versão, mas deixou dúvidas nas investigações em relação à veracidade das informações prestadas.

“As gravações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza a entrada do Élcio. E, em depoimento, eles omitiram diversas vezes que estiveram juntos no dia do crime. O porteiro mentiu, e isso está provado por prova técnica”, afirmou Simone Sibilio.

Comentário: o funeral da Globo

A revelação de que o porteiro mentiu ao envolver Bolsonaro no caso Marielle Franco soa como um tiro certeiro do presidente contra a rede Globo, que poucas horas atrás (nem chegou a completar 24 horas) publicou uma reportagem tendenciosa contra o chefe do Executivo.

Trata-se de uma prova cabal de que o jornalismo da Globo foi, no mínimo, precipitado e irresponsável em não apurar corretamente os fatos, visto que foi extremamente fácil (e rápido) revelar a veracidade das acusações, algo que profissionais competentes fariam sem maiores dificuldades.

O que parece ficar explícito mesmo é a intenção de prejudicar a imagem do presidente, como o próprio Bolsonaro disse reiteradamente em seu desabafo das redes sociais na noite da terça-feira (29).

A divulgação e reconhecimento da verdade por parte da grande mídia fortalece ainda mais presidente, soa como um recado para toda a militância jornalística e revela, para a população, o quanto grupos poderosos estão interessados em derrubar Jair Messias Bolsonaro do poder.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas