Logoterapia

Logoterapia: Sede de amor não é sede de sexo!

Estamos presenciando os efeitos catastróficos da revolução sexual.

Política e Sociedade

Política e SociedadeAnálises sobre o cenário da política e assuntos de interesse público. Por: Heuring Motta - Teólogo e professor, especializado em Hermenêutica, Ciências Políticas e Logoterapia pela Universidade Católica de Salvador. É também colunista do Instituto John Owen. Casado e pai de uma filha.

23/10/2019 11h25Atualizado há 2 meses
Por: Heuring Motta
Café Biz
Café Biz

A revolução sexual é responsável pela 'inflação da sexualidade'. Acrescente o surgimento dos grupos de pressão: A indústria do sexo e a indústria da liberalização sexual. Segundo Viktor Frankl, a inflação sexual hipertrofiou a sexualidade de uma forma tão perigosa que desvalorizou, despersonalizou e fragmentou o ser humano deixando-o na condição 'subHumana'.

Frankl rejeita a posição de Freud que afirma que amor é sexo reprimido, e, por isso responde aos freudianos: 'Quanto mais valor o homem e a mulher atribuem ao prazer, quanto mais veneram a vontade de prazer, quanto mais procuram diretamente o orgasmo e a potência, nesta mesma medida tornam-se frigidas e impotentes'.

A revolução sexual produzindo uma inflação da sexualidade trouxe para o ser humano uma hiper-intenção e à hiper-reflexão do desejo sexual. Declínio do ser humano, e aberto os portões dos transtornos comportamentais. Por isto o aumento dos números de pessoas que questionam o sentido da vida, que se sentem frustradas existencialmente e acabam desabando na depressão.

Esta abordagem clara, acertada da Logoterapia -, visa grande reflexão sobre cuidados que devemos ter na caminhada de encontrar alguém para amar, pra se relacionar no sentido de uma linda jornada do saudável 'Eu e Tu' entre Homem e Mulher. E este é um dos motivos que a obra de Viktor Frankl ainda encontra resistência nas Universidades Brasileiras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas