Chile

Com vídeo do Chile, Bolsonaro diz que o Foro de São Paulo quer a retomada do poder

"Sofreram um duro revés com nossa eleição quando fechamos as torneiras da corrupção estatal"

21/10/2019 15h32
Por: Will R. Filho
Bolsonaro sugere que protestos no Chile têm como pano de fundo ação da esquerda. Reprodução: Google
Bolsonaro sugere que protestos no Chile têm como pano de fundo ação da esquerda. Reprodução: Google

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, usou suas redes sociais para criticar o caos político vivenciado pelo Chile nos últimos dias, citando a organização Foro de São Paulo como responsável indireta das consequências no vizinho continental.

"Foro de São Paulo, criado em 1990, tendo à frente o PT, as FARC e partidos de esquerda da América Latina e Caribe, tem como objetivo a tomada de poder em todos os países da região. Com dinheiro do Brasil, via BNDES, muitas ditaduras foram abastecidas para ampliar seu domínio", publicou o presidente.

Há três dias o Chile vem enfrentando protestos violentos contra o governo, resultando em 11 mortes e cerca de 1.500 pessoas detidas. O atual presidente, Sebastián Piñera, é membro do partido de centro-direita Renovación Nacional. Ele assumiu o governo em março de 2018, após a gestão da socialista Michelle Bachelet.

Piñera encontrou um país com grande desigualdade social, planos de saúde com custos até três vezes maiores para as mulheres, alta de 9,2% nas contas de energia elétrica e aposentadoria cujo valor não chega ao de um salário mínimo. Ou seja, no Chile, o aumento no preço da passagem de metrô em Santiago foi nada mais que um gatilho para os protestos que tomaram as ruas.

Como resultado, o governo chileno foi obrigado a adotar medidas impopulares, priorizando o liberalismo econômico e a política de privatizações, a fim de arrecadar recursos para o Estado. Em um país que por anos foi moldado sob à lógica paternalista do socialismo, no entanto, tais mudanças foram/são vistas com desconfiança e rejeição por muitos.

Por fim, para o presidente Jar Bolsonaro, o cenário de caos político-econômico no Chile faz parte das consequências estratégicas do Foro de São Paulo, organização criada na década de 90 pela esquerda brasileira e cubana, a fim de formar um bloco socialista na América do Sul, através da união dos países.

"Foro de São Paulo: Sofreram um duro revés com nossa eleição quando fechamos as torneiras da corrupção estatal. Contudo, não estamos livres desses ditadores que teimam, via atos de vandalismo e terrorismo, reconquistarem o que perderam nas urnas", completou Bolsonaro.

Dessa forma, os protestos no Chile teriam como objetivo principal derrubar o presidente Piñera, fazendo a esquerda retornar ao poder, assim como é pretendido na Argentina e no Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas