Educação

[Vídeo] Ministro exagera em coletiva, deixa cair microfone na mesa e imita meme

É bom ter humor, mas para tudo há limite, especialmente para quem é ministro de Estado

21/10/2019 14h05Atualizado há 3 semanas
Por: Will R. Filho
Ter bom humor não significa ter passe-livre para cometer exageros em função do cargo. Reprodução: Google
Ter bom humor não significa ter passe-livre para cometer exageros em função do cargo. Reprodução: Google

É inegável que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, possui bom senso de humor e não está preocupado em agradar o politicamente correto. Contudo, sua atitude durante uma coletiva de imprensa onde anunciou o desbloqueio total da verba para universidades e institutos federais parece ter ultrapassado o limite do aceitável.

Ao encerrar a coletiva, Weintraub colocou o famoso óculos escuros da "mitada" e afirmou "Ab is out!". Depois, largou do alto o microfone na mesa onde estava e saiu do recinto em seguida. O gesto foi comentado pelo próprio ministro no Twitter:

"No fim eu digo: Abe is out. Abe é diminutivo de Abraham nos EUA (pronuncia Eibe). 'Abe is out' é um 'sextei'... Elvis terminava os shows assim. Segunda feira tem mais", postou ele, adicionando uma figurinha de sorriso.

A crítica de Abraham Weintraub aos "especialistas" que protestaram contra o contingenciamento de verbas na educação é justificável. Mas por outro lado, a cena de "comédia" considerada tosca até mesmo por apoiadores foi além do bom senso, visto se tratar de um ministro de Estado.

É importante que Weintraub não confunda a sua postura cômica nas redes sociais com a função de ministro, visto que o mesmo fala em nome do Estado Brasileiro, sendo visto dentro e fora do país. Críticas e até mesmo algum grau de ironia/sarcasmo contra os opositores são bem vindas, mas com limites.

Ao fazer um pronunciamento oficial em nome do MEC, tendo como atitude a imitação de um meme, largando o microfone da forma como fez, Weintraub passa do limite do bom humor, transmitindo uma imagem de deboche incompatível com a seriedade do cargo que ocupa.

Se tal comportamento não for dosado, o que poderia ser bom para Weintraub poderá se virar contra ele, uma vez que o seu trabalho ficará associado aos deboches e falta de seriedade. Assim, não demorará muito para que a oposição explore esse defeito do ministro e use-o contra o governo.

Talvez, o exemplo mais preciso de postura irretocável de seriedade e respeito, mas sem abrir mão do bom humor, vem do ministro da Justiça, Sérgio Moro, que mesmo sob ataques constantes não perde a compostura e ainda é capaz de soltar indiretas até para os membros do STF. Quem sabe Weintraub deva se espelhar mais no ex-juiz e menos em certos "gurus". Assista:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas