Caiu a máscara

Ex-líder do PSL chama Bolsonaro de "vagabundo" e ameaça "implodir" o governo

"Eu andei no sol 246 cidades, no sol gritando o nome desse vagabundo", disse o parlamentar

17/10/2019 16h11
Por: Will R. Filho
"Eu andei no sol 246 cidades, no sol gritando o nome desse vagabundo", disse o parlamentar. Reprodução: Google

Em meio ao racha do PSL, o deputado Delegado Waldir (GO), líder do partido na Câmara, foi gravado dizendo que vai implodir o presidente Jair Bolsonaro (PSL). "Vou fazer o seguinte, eu vou implodir o presidente", disse ele, que na mesma gravação também chama o chefe do Executivo de "vagabundo".

"Aí eu mostro a gravação dele, eu tenho a gravação. Não tem conversa, eu implodo o presidente, cabô, cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo, cara. Eu votei nessa porra, eu andei no sol 246 cidades, no sol gritando o nome desse vagabundo", disse o deputado.

A declaração de Waldir foi gravada, estranhamente, em seu próprio gabinete na quarta-feira (16), segundo reportagem da Folha de S. Paulo. A reação do parlamentar surgiu logo após tomar conhecimento de uma articulação da ala bolsonarista do PSL para retirá-lo da liderança do partido na Câmara.

Os deputados que defendem Bolsonaro no PSL fizeram a manobra acreditando que há dentro do partido pessoas desleais ao governo que estariam tramando contra o presidente. Assim, ao invés de Waldir, o deputado Eduardo Bolsonaro foi indicado para assumir a liderança, após a assinatura de apoio de 27 parlamentares da sigla.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas