Silas Malafaia

"Deu amnésia no bispo de Aparecida", diz Malafaia sobre Dom Orlando Brandes

"Esqueceu de dizer que a esquerda proporcionou a maior roubalheira da história política do Brasil", disparou Malafaia

14/10/2019 15h08
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

O pastor e empresário Silas Malafaia usou suas redes sociais para criticar Dom Orlando Brandes, o arcebispo católico que durante a missa solene no Santuário Nacional, maior templo católico do país, em celebração à Padroeira neste 12 de outubro, afirmou que a direita é “violenta e injusta”.

“Estamos fuzilando o papa Francisco, o Sínodo da Amazônia, o Concílio do Vaticano II, parece que não queremos vida. Nas Escrituras, o dragão é o demônio, é o diabo, é o mal que desorganiza tudo”, afirmou o líder católico, ao insinuar que a direita seria o "dragão do tradicionalismo".

A declaração de Dom Orlando foi dada poucos minutos antes da chegada do presidente Jair Bolsonaro, que esteve em Aparecida para a celebração religiosa. Por ironia, Bolsonaro, que é de direita, foi ovacionado pelo público presente. Nas redes sociais, o pastor Silas Malafaia criticou a fala do arcebispo.

“Deu aminésia no bispo (sic) de Aparecida. Ele disse que a direita é violenta e injusta. Esqueceu de dizer que a esquerda proporcionou a maior roubalheira da história política do Brasil. Tem coisa mais violenta e injusta do que essa?”, disparou o pastor. "Dom Orlando brandes não fale bobagem!", acrescentou.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que também é evangélica, também reagiu à declaração de Orlando Brandes durante sua fala na Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), em São Paulo, dizendo que o ele deve “estar com medo de nós, que somos terrivelmente cristãos”.

“O conservadorismo vai dar certo. O povo de bem se levantou e agora está governando esta nação”, afirmou Damares, segundo informações do Gospel Mais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas