Lava Jato

"A destruição da Operação Lava Jato virá do Judiciário", diz Janaína Paschoal

"Conseguem dimensionar o significado de um Procurador Geral da República ter pensado seriamente em matar um Ministro do Supremo Tribunal Federal?

27/09/2019 09h35Atualizado há 3 semanas
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

Janaína Paschoal, professora de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e deputada estadual (PSL), fez uma publicação em tom de extrema preocupação pela situação do Brasil, após a decisão formada por maioria na noite de ontem (26) no Supremo Tribunal Federal.

"Estou, desde cedo, respondendo e-mails de pessoas sem esperanças. Algumas falam em deixar o país, outras em parar de pagar os impostos, por meio de uma desobediência civil. Várias indagam o que pode ser feito...", escreveu Janaína."

"Na Itália, segundo consta, o golpe à Operação Mãos Limpas veio do Poder Legislativo. No Brasil, pelo que se desenha, a destruição da Operação Lava Jato (e de outras tantas Operações) virá do Judiciário. A situação se revela bem mais grave!", destacou a advogada.

Janaína Paschoal já havia comentado a decisão na quinta-feira, dizendo que o Supremo agiu errado, em outras palavras, ao usurpar a função do Congresso Nacional de legislar. Na manhã desta sexta, porém, a parlamentar foi mais contundente em sua crítica.

"O Supremo Tribunal Federal haveria de ser o guardião da ordem jurídica. Peço, encarecidamente, que os Ministros prestem atenção ao sentimento de indignação e desânimo que está tomando conta das pessoas. Esse sentimento não é bom para nenhuma nação. Preocupante tudo isso", disse ela.

Janaína citou o caso em que o ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot, disse em uma entrevista que entrou armado no STF com a intenção de assassinar o ministro Gilmar Mendes

"Conseguem dimensionar o significado de um Procurador Geral da República ter pensado seriamente em matar um Ministro do Supremo Tribunal Federal? Hoje, o Supremo Tribunal Federal tem a esperança de um povo nas mãos", conclui Janaína.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas