Dudu Camargo

Dudu Camargo, do SBT, distribui gratuitamente livro sobre como vencer a depressão

“Eu fiz um comentário para que as pessoas entrassem em contato comigo", disse o apresentador

20/09/2019 17h01
Por: Opinião Crítica
Fonte: Universal
“Eu fiz um comentário para que as pessoas entrassem em contato comigo
“Eu fiz um comentário para que as pessoas entrassem em contato comigo", disse o apresentador

A depressão faz parte da vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2020, a doença será a mais incapacitante. No Brasil, a organização estima que, ao menos, 6% da população sofra com a depressão. O número corresponde a mais de 11 milhões de pessoas.

Vencer a depressão não é fácil, mas é totalmente possível. Recentemente, a médica pediatra Eunice Higuchi, lançou o livro “Eu venci a depressão”. Nele, Eunice, que sofreu com depressão durante quatro anos, conta como conseguiu superar a doença.

Distribuição gratuita

Na última terça-feira (17) aconteceu no Templo de Salomão, mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus, uma sessão especial para distribuição do livro “Eu venci a depressão”. No auditório, localizado no segundo andar do Templo, estava Dudu Camargo, apresentador do jornal “Primeiro Impacto”, do SBT.

Ele distribuiu, gratuitamente, exemplares do livro – de autoria da médica pediatra Eunice Higuchi  (também presente na noite) – aos que viram seu convite pela televisão e internet.

O jovem apresentador – que também já sofreu com depressão na adolescência -, conta que exibiu uma reportagem sobre depressão em seu programa e se surpreendeu com o número de mensagens de pessoas que também enfrentam a doença.

“Eu fiz um comentário para que as pessoas entrassem em contato comigo, porque eu queria presenteá-las com esse livro, que mostra como vencer a depressão. Então, eu vim aqui para receber essas pessoas, entregar o livro e conversar sobre o assunto”, disse Dudu.

“Eu já quis morrer muitas vezes”, diz jovem

Thalita da Silva Gonçalves, de 18 anos, também atendeu ao convite de Dudu. A jovem, que sofre com depressão, ansiedade e crises de pânico, conta que já não sabe mais o que fazer para encontrar a cura.

“Na minha cabeça ficam pensamentos horríveis. Eu não consigo ter uma vida normal. Minha família não consegue mais lidar com essa situação. Eu já quis morrer muitas vezes”, disse a jovem.

Thalita já procurou ajuda em psicólogos, inclusive faz uso de medicamentos prescritos por psiquiatras, mas, ainda assim, não consegue ver uma mudança. No entanto, para a jovem, receber o livro foi uma dose de ânimo em sua caminhada.

“Eu acredito que o livro vai me ajudar, porque tem o relato de uma pessoa que passou pela mesma situação que a minha. Me sinto aliviada em saber que tem cura e que eu não preciso me matar. Sei que eu vou ser curada”, disse Thalita. Com informações: Universal

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas