Dia da Independência

Bolsonaro desfila ao lado de Moro em festa da Independência e frustra opositores

A presença do público e do ministro da Justiça, Sérgio Moro, frustraram a aposta da oposição com relação ao primeiro Dia da Independência de Jair Bolsonaro como presidente da República

07/09/2019 10h22
Por: Will R. Filho
A presença do público e do ministro da Justiça, Sérgio Moro, frustraram a aposta da oposição com relação ao primeiro Dia da Independência de Jair Bolsonaro como presidente da República
A presença do público e do ministro da Justiça, Sérgio Moro, frustraram a aposta da oposição com relação ao primeiro Dia da Independência de Jair Bolsonaro como presidente da República

Durante a semana, a grande mídia tentou rechaçar o pedido do presidente da República, Jair Bolsonaro, para o público aderir ao sentimento de "patriotismo" e participar dos desfiles em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, vestindo verde e amarelo.

A aposta da oposição era de que não haveria adesão do público, e além disso, que muitos iriam vestidos de preto, como ocorreu durante o governo do ex-presidente Fernando Collor, em 1992. Entretanto, o desfile da Independência que ocorre neste momento em Brasília mostra claramente o oposto.

O público não só aderiu ao evento, como atendeu o pedido do presidente Bolsonaro, vestindo verde e amarelo. A presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, também vai na contramão do que a grande mídia vem alardeando nos últimos dias, ao dizer que há um conflito de interesse entre o presidente e o ex-juiz.

Bolsonaro e Sérgio Moro caminharam lado-a-lado na esplanada em um momento de quebra de protocolo que já durava 30 anos, junto com outros ministros, como o general Augusto Heleno e Ônix Lorenzoni. Em vários momentos o grito de "mito, mito" pode ser ouvido entre os populares.

Até o momento, nenhum grande veículo de comunicação destacou o sucesso do evento e a presença de figuras importantes no desfile da Independência, como os empresários Silvio Santos (dono do SBT), Luciano Hang (dono da rede de lojas Havan), Edir Macedo (dono da Rede Record), Marcelo Carvalho (dono da Rede TV!), além de outros.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas