Bolsonaro

Bolsonaro cita melhorias, mas pede paciência: "O estrago deixado foi catastrófico"

"Criar ambiente favorável, minimizar os rombos deixados por governos anteriores e desenvolver ainda mais é a realidade", disse o presidente.

02/09/2019 10h33
Por: Will R. Filho
O presidente Jair Bolsonaro Foto: Adriano Machado / REUTERS. Reprodução: Google
O presidente Jair Bolsonaro Foto: Adriano Machado / REUTERS. Reprodução: Google

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, vem usando suas redes sociais para destacar medidas do seu governo. Essa é uma estratégia adotada pelo chefe do Executivo como forma de driblar o ativismo jornalístico promovido pela grande mídia, mantendo os seus apoiadores informados por meios alternativos.

Nesta segunda-feira (2) Bolsonaro pareceu comemorar os indicadores econômicos do país, que na última semana apresentou números positivos de crescimento do Produto Interno Bruto, além da redução na taxa de desemprego, de 12,5% para 11,8%. "O Brasil supera expectativas no enxugamento da máquina pública e na confiança do investidor", disse o presidente.

"Criar ambiente favorável, minimizar os rombos deixados por governos anteriores e desenvolver ainda mais é a realidade, entretanto requer paciência. O estrago deixado foi catastrófico", completou. "Taxa de emprego no turismo cresce 5,8% de maio a julho deste ano. Número acompanha crescimento que acontece desde abril no segmento ‘estadia e alimentação’.

Bolsonaro afirmou também que no "primeiro mês após a isenção de vistos [Austrália, Canadá, EUA e Japão], dispara gastos dos turistas estrangeiros. Em julho de 2019, US$598 milhões foram injetados na economia brasileira. Tirando o ano da Copa 2014, esse foi o maior crescimento dos últimos 16 anos. Um aumento de 43,4%. Já em comparação com o mês de junho deste ano, o aumento foi ainda maior: 59,8%. Estamos no caminhando certo e há muito o que fazer para expansão do turismo e giro da economia no Brasil".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas