Bolsonaro

Bolsonaro diz que Macron tem "mentalidade colonialista descabida no século XXI"

Jair Bolsonaro rebateu críticas do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre críticas à Amazônia

22/08/2019 19h49
Por: Will R. Filho
Bolsonaro responde o presidente francês, Emmanuel Macron, lhe chamando de colonialista
Bolsonaro responde o presidente francês, Emmanuel Macron, lhe chamando de colonialista

O presidente Jair Bolsonaro respondeu à reação do presidente da França, Emmanuel Macron, sobre a situação das queimadas na Amazônia, alvo de críticas internacionais e intensa especulação midiática nos últimos dias.

O líder francês virou notícia ao dizer nesta quinta-feira (22) que a cúpula do G7, as sete maiores economias do mundo, deveriam discutir "os incêndios na Amazônia", chamando o caso de "crise internacional" e "emergência". O presidente Bolsonaro, no entanto, deu um "chega pra lá" em Macron, ao chamá-lo indiretamente de colonialista:

"A sugestão do presidente francês, de que assuntos amazônicos sejam discutidos no G7 sem a participação dos países da região, evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI", disparou Bolsonaro, que seguiu criticando Macron, dizendo que o francês está querendo visibilidade com o assunto.

"Lamento que o presidente Macron busque instrumentalizar uma questão interna do Brasil e de outros países amazônicos para ganhos políticos pessoais. O tom sensacionalista com que se refere à Amazônia (apelando até p/ fotos falsas) não contribui em nada para a solução do problema. O Governo brasileiro segue aberto ao diálogo, com base em dados objetivos e no respeito mútuo", concluiu Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas