"Vamos te matar"

“Não saia de fuzil, troque por uma Bíblia, porque se sair nós vamos te matar”

Além da declaração dura contra os criminosos, o governador do Rio de Janeiro afirmou sua intenção para a presidência da República

06/08/2019 19h51
Por: Will R. Filho

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, fez uma declaração que certamente não soou agravável nos ouvidos da criminalidade, mas surtiu como uma bomba na mídia "politicamente correta", após dizer que traficantes seriam mortos caso não trocassem seus fuzis por uma Bíblia.

“Não saia de fuzil na rua não, troque por uma Bíblia, porque se você sair nós vamos te matar”, afirmou o ex-juiz, considerado rigoroso no combate à criminalidade. “Estamos restabelecendo a ordem e estamos devolvendo a esperança para a população”, completou.

A declaração foi dada durante uma entrevista para a atriz e youtuber Antônia Fontenelle, em seu canal. Na mesma ocasião, o governador do Rio confirmou que o seu desejo é ser presidente da República, "de preferência sucedendo o presidente Bolsonaro".

Apesar disso, Witzel afirmou que "estará em parceria com Bolsonaro, estaremos juntos" durante o seu mandato, sem entrar em detalhes sobre uma possível candidatura nas eleições de 2022. Assista no vídeo abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas