Crime na Alemanha

Alemanha: Imigrante palestino usa espada para matar morador em plena luz do dia

Apesar de se apresentar como refugiado sírio, diversos jornais identificaram Issa Mohammed como um imigrante palestino muçulmano

04/08/2019 08h28
Por: Opinião Crítica
Fonte: Voice of Europe
Apesar de se apresentar como refugiado sírio, diversos jornais identificaram Issa Mohammed como um imigrante palestino muçulmano
Apesar de se apresentar como refugiado sírio, diversos jornais identificaram Issa Mohammed como um imigrante palestino muçulmano

Moradores da cidade alemã de Stuttgart estão chocados e horrorizados depois que um homem de 36 anos foi morto a tiros por um imigrante palestino empunhando o que parece ter sido uma espada tradicional japonesa no meio da rua, em plena luz do dia, na tarde da quarta-feira (1).

O incidente horrível aparentemente ocorreu após uma discussão acalorada entre os dois. O ataque foi testemunhado por dezenas de moradores locais e foi até mesmo filmado pelas pessoas com celulares, onde se observa o residente alemão deitado na calçada enquanto o palestino o atacava utilizando uma espada”, segundo informações do jornal alemão Bild.

Na gravação [abaixo], testemunhas podem ser ouvidas gritando e chamando a polícia ao fundo. De acordo com essas testemunhas, os dois homens estavam discutindo, com o suspeito atacando a vítima várias vezes com a espada no peito e na cabeça da vítima. O motivo específico do assassinato ainda não foi esclarecido até o fechamento da reportagem.

Autoridades acabaram conseguindo acompanhar e prender o agressor, identificado pelo nome Issa Mohammed, depois que ele fugiu da cena em uma bicicleta. O Neue Ruhr Zeitung, um jornal local, informou que o agressor se apresentou como um imigrante sírio de 28 anos que chegou pela primeira vez na Alemanha em 2015. Entretanto, há divergências nessa informação.

Outros jornais noticiaram que a origem do assassino, na verdade, é palestina e não síria, sendo também um muçulmano. O ataque brutal ocorreu logo após outro ato chocante de violência praticada por um imigrante ocorrido em Frankfurt, na Alemanha, na segunda-feira passada (30).

Habte Araya, de 40 anos, um imigrante da Eritréia, foi preso por empurrar três pessoas sob um trem em movimento na principal estação ferroviária de Frankfurt. Uma de suas vítimas, uma mulher idosa, ficou com leves ferimentos. Os outros dois, uma mãe e seu filho de 8 anos, caíram nos trilhos e a criança morreu instantaneamente.

Araya já havia sido considerado um exemplo brilhante de imigrante que se integrou com sucesso na sociedade européia. Entretanto, ao cometer esse ato de violência que resultou em assassinato, ele provou que a opinião pública, na verdade, estava errada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas