Trabalho infantil

Bretas publica carteira de trabalho assinada aos 12 anos: "Orgulho do meu passado"

O juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro fez questão de comprovar que começou à trabalhar aos 12 anos de idade

08/07/2019 20h18
Por: Will R. Filho
O juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro fez questão de comprovar que começou à trabalhar aos 12 anos de idade
O juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro fez questão de comprovar que começou à trabalhar aos 12 anos de idade

Na última semana, mais uma suposta polêmica criada por parte da grande mídia envolvendo o presidente Jair Bolsonaro, acendeu um debate sobre o trabalho infantil no Brasil, o qual foi defendido por muitos em determinadas condições, entre eles o juiz responsável pela operação Lava Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas.

O magistrado respondeu a uma postagem do deputado Eduardo Bolsonaro, que pediu em sua conta no Twitter para pessoas postarem testemunhos pessoais de quando começaram à trabalhar ainda muito novas, e Marcelo Bretas foi uma dessas:

"Aos 12 anos de idade, em 1982, com minha CTPS assinada, comecei a trabalhar numa pequena loja da família. Tinha jornada e tarefas a cumprir, e aprendi desde cedo o valor de receber um salário (mínimo) após 1 mês de trabalho. Tenho muito orgulho disso!", escreveu o magistrado.

Alguns internautas, porém, criticaram a postagem de Bretas, colocando em dúvida o seu relato. Por causa disso, o juiz resolveu publicar uma foto da própria carteira de trabalho para comprovar o seu testemunho.

"Alguns 'haters' duvidaram do meu relato, talvez por viverem muito próximos a pessoas que mentem e enganam. Assim, com muito orgulho do meu passado, apresento minha CTPS, tirada quando completei 12 anos de idade (idade mínima pra trabalhar naquela época)", respondeu Bretas.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas