Bolsonaro

"Quando se botava ladrão e corrupto, ninguém falava porra nenhuma", diz Bolsonaro

Por diversas ocasiões Bolsonaro também criticou o ex-ministro Sérgio Moro.

22/05/2020 20h29
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

O presidente Jair Bolsonaro fez um grande desabafo no início desta noite (22), após a divulgação do vídeo da reunião ministerial que ele teve com ministros de Estado no dia 24 de abril.

Por quase uma hora, o chefe do Executivo falou sobre diversos pontos e criticou a forma como a mídia tem abordado a saída de alguns gestores da sua administração.

"Estão falando aí, ele é o coronel botou nove militares lá (no ministério). Quer saber, e vai por mais trinta lá, porque quando botava ladrão e corrupto lá ninguém falava porra nenhuma, né", comentou Bolsonaro.

O presidente afirmou também que a sua preocupação atual não é com a reeleição, justificando que não busca agradar os críticos ou ao politicamente correto, mas fazer o que acredita ser o necessário para o país no atual momento.

"Não estou preocupado com reeleição. Quer o caminho do fracasso? Diga sim para todo mundo e garanta a reeleição. Politico tem que investigar o Executivo, apresentar boas propostas. É isso o que eu quero", disse ele para jornalistas na saída do Palácio do Alvorada.

"Não quero que aqui vire Venezuela, lá tinha o Super Bolsa Família. Quem é rico foi de avião pra Miami, quem é pobre, tá vindo a pé para o Brasil", completou Bolsonaro.

Por diversas ocasiões Bolsonaro também criticou o ex-ministro Sérgio Moro, afirmando que o mesmo fez acusações caluniosas contra ele, mas sem conseguir provar.

O presidente afirmou que em nenhum momento quis interferir na Polícia Federal de forma pessoal, mas que cobrou maior segurança física dele e da sua família, assim como informações de inteligência que são pertinentes a todo chefe de Estado. Para saber mais, clique aqui.