Lula

O discurso de um vigarista

Lula comemorou o surgimento do covid-19 e exaltou o Estado como solução para todos os problemas.

Política e Sociedade

Política e SociedadeAnálises sobre o cenário da política e assuntos de interesse público. Por: Heuring Motta - Teólogo e professor, especializado em Hermenêutica, Ciências Políticas e Logoterapia pela Universidade Católica de Salvador. É também colunista do Instituto John Owen. Casado e pai de uma filha.

20/05/2020 14h16Atualizado há 2 semanas
Por: Heuring Motta
Brasil Online
Brasil Online

RIO DE JANEIRO, por: Judiclay Santos - Lula deveria estar preso (criminoso condenado pela justiça e réu em vários processos), mas continua livre e prejudicando o país. O ídolo da esquerda celebrou o monstro do coronavírus como uma oportunidade criada pela “natureza” para mostrar as pessoas que somente o Estado tem a solução e pode resolver tudo (discurso típico de comunista que defende a idolatria do Estado). 

A tolice e a torpeza desse canalha deveria estar nas capas de todos os jornais, mas a mídia canhota só enxerga as bobagens do Bolsonaro (que também fala besteira!). A hipocrisia dos jornalistas, o cinismo dos artistas medíocres e a desfaçatez de alguns pastores do miolo mole ficam evidentes no silêncio maroto. 

Você pode criticar o governo, mas não seja mais um entre os tolos que fecham os olhos para o histórico de vigaristas como Lula. Pérfidos, esses escroques usam a pandemia de covid-19 como palanque de seus espúrios projetos de poder.

Se Lula não respeitou o caixão da própria esposa, não deveria ficar surpreso com o circo de horror sobre o sofrimento e a morte de brasileiros.

Judiclay Santos é pastor da Igreja Batista do Jardim Botânico, teólogo e Meste em Teologia com ênfase em história da igreja pela Universidade Mackenzie