Conflito

Janaína rebate Carlos Bolsonaro: "Sou a única a fazer uma defesa técnica de seu pai"

"Estou lendo os depoimentos e detalhando a ausência de crime", afirmou Janaína.

14/05/2020 12h02
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

A deputada Janaína Paschoal e Eduardo Bolsonaro, ambos do PSL-SP, trocaram mensagens em tom crítico na manhã desta quinta-feira (14), após o filho do presidente citar a parlamentar de forma irônica.

Na ocasião, Carlos comentou a participação de Janaína Paschoal em um debate realizado pela CNN Brasil, com o objetivo de discutir se seria ou não pertinente a divulgação integral do vídeo da reunião entre Bolsonaro e Moro, realizada em 24 de abril passado.

"Até a mídia começa a reconhecer a visão ideológica da NOVA ESQUERDA", escreveu Eduardo. "Toda tarde, a CNN realiza um debate entre direitistas e esquerdistas. Ontem, na direita, tivemos @CarolDeToni, enquanto a AMADA representava a esquerda", completou.

"Amada" foi o termo utilizado por Carlos para se referir à Janaína, pelo fato da mesma ter o costume de chamar o público de "amados". A deputada rebateu a publicação:

"Na condição de bacharel em Direito e ex-policial, V. Exa deveria compreender que eu sou a única a fazer uma defesa técnica consistente de seu pai. Estou lendo os depoimentos e detalhando a ausência de crime. Está V. Exa querendo derrubar o Presidente para se candidatar em 2022?", afirmou Janáina.

De fato, Janaína Paschoal tem reconhecido que até o momento às acusações do ex-ministro Sérgio Moro contra Bolsonaro não estão amparadas em provas materiais.

A deputada considera, até o momento, que o embate "Moro X Bolsonaro" não passa de um desentendimento entre duas figuras de poder. Confira: