Bolsonaro

Mandetta é contra a divulgação de exame de Bolsonaro e aponta motivação "política"

Para Mandetta, a exigência pela divulgação do exame de Bolsonaro está muito mais atrelada à motivação política do que à saúde pública, de fato.

07/05/2020 17h23
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

O ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta, concedeu uma entrevista onde questionou a intenção de alguns opositores do presidente Bolsonaro de querer a divulgação pública do seu exame para detectar se foi ou não contaminado com o novo coronavírus.

Mandetta afirmou que não vê coerência no desejo pela divulgação do resultado. “Tem que ver o que está motivando [o pedido de divulgação], eu não consigo entender isso”, afirmou o ex-ministro para a CNN Brasil.

Opositores do presidente Bolsonaro desconfiam de que ele teria omitido o verdadeiro resultado do exame. A intenção por trás do pedido de divulgação do mesmo, via ordem judicial, é para poder acusá-lo de ter cometido crime de irresponsabilidade, muito embora seja necessário fazer um contorcionismo jurídico para fundamentar essa acusação.

Para Mandetta, a exigência pela divulgação do exame de Bolsonaro está muito mais atrelada à motivação política do que à saúde pública, de fato.

“Vi um laudo médico falando que o paciente [Bolsonaro] testou negativo. O juiz acha que não é suficiente, quer o papel do exame. Eu vejo isso como algo mais político, mais jurídico", afirmou o ex-ministro.