Covid-19

"Eles sabiam. A China poderia ter evitado", diz secretário dos EUA sobre a Covid-19

Pompeo também afirmou que "a China ainda se recusa a compartilhar as informações necessárias para manter as pessoas seguras".

07/05/2020 09h21
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

A China continua no centro das atenções em relação à pandemia do novo coronavírus, ou Covid-19, como também é conhecido o vírus. Esta semana, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, voltou a fazer críticas ao país.

Pompeo sugeriu que a China poderia ter evitado a disseminação em massa da Covid-19, mas que em vez disso o país controlado pelo regime comunista teria tentado esconder inicialmente às informações acerca do vírus. 

"Eles sabiam. A China poderia ter evitado as mortes de centenas de milhares de pessoas em todo o mundo. A China poderia ter poupado o mundo de sofrer um mal-estar econômico global", afirmou Pompeo em entrevista coletiva no Departamento de Estado.

Não apenas isso. Pompeo também afirmou que "a China ainda se recusa a compartilhar as informações necessárias para manter as pessoas seguras".

A declaração do secretário de Estado dos Estados Unidos significa um abalo ainda maior na relação entre os EUA e a China, que já vinham desde o ano passado travando uma guerra comercial. O presidente Donald Trump já havia se manifestado criticamente contra o país asiático:

"Estamos fazendo investigações muito sérias. Não estamos felizes com a China", disse Trump durante uma entrevista na Casa Branca. "Há muitas coisas pelas quais ela pode ser responsabilizada."

"Acreditamos que poderíamos ter impedido isso na fonte. Poderíamos ter impedido que se espalhasse tão rápido e não se propagaria por todo o mundo", concluiu Donald Trump, conforme o noticiado em 28 de abril pelo Opinião Crítica.