Janaína

"A culpa da fragilidade do Governo é do Presidente e de sua turma!", diz Janaína

"Bem como os petistas ainda não assumem os crimes de Lula e Dilma, bolsonaristas não reconhecem a responsabilidade de Bolsonaro e familiares", afirmou a deputada.

02/05/2020 18h26
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

A deputada Janaína Paschoal (PSL-SP) reagiu às críticas dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro quanto ao processo de depoimento do ex-ministro Sérgio Moro. A parlamentar defendeu a legitimidade do curso judicial e criticou o que considera radicalismo de alguns.

"Gente, ninguém quer dar golpe no Presidente! Se ele, seus filhos e seus apoiadores radicais causassem menos, ele estaria governando com tranquilidade, sem precisar ceder cargos ao centrão, para evitar impeachment", afirmou Janaína.

"A culpa da fragilidade do Governo é do Presidente e de sua turma! Infelizmente, essa tal turma, como os petistas, exige subserviência total. Infelizmente, o Presidente, por conta do caso Flávio, não pode cumprir sua promessa de lutar contra a corrupção. Essa é a dura verdade!", completou.

Na sequência, Janaína Paschoal comparou o comportamento dos apoiadores do presidente aos militantes da esquerda, muito criticados no passado pela alienação ideológica durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, e também durante a prisão do ex-presidente Lula.

"Bem como os petistas ainda não assumem os crimes de Lula e Dilma, bolsonaristas não reconhecem a responsabilidade de Bolsonaro e familiares, pelo caos estabelecido! Ministro Gilmar disse que Moro é a mãe de Bolsonaro. Não é verdade! Lula e Dilma são os pais de Bolsonaro! Ninguém votaria em Bolsonaro, não fosse o trauma causado pela dupla!", afirmou Janaína.